quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Sorteio das 276 unidade habitacionais da CDHU em Presidente Epitácio.




Bolivianos são presos por transportar 21 kg de cocaína engomados em roupas

Duas mulheres e um homem seguiam em um ônibus que foi abordado pela fiscalização da Polícia Militar Rodoviária, em Presidente Venceslau.


A Polícia Militar Rodoviária prendeu nesta quinta-feira (23), em Presidente Venceslau, três bolivianos que transportavam 21 quilos de cocaína engomados no tecido de roupas.

O flagrante de tráfico de droga ocorreu no km 616,500 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270) durante a abordagem da fiscalização a um ônibus de transporte de passageiros que fazia o itinerário Campo Grande (MS)–São Paulo (SP).

No bagageiro externo do ônibus, foram localizadas duas malas que continham roupas engomadas com cocaína, em um total de 21 quilos da droga impregnados no tecido, segundo a corporação.
Foram presos duas mulheres, de 26 e 31 anos, e um homem, de 53 anos, todos bolivianos. A ocorrência foi apresentada à Delegacia da Polícia Federal, em Presidente Prudente, e um laudo pericial constatou a presença da droga.

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, as roupas foram encaminhadas a São Paulo (SP) para a remoção do entorpecente do tecido.

G1.Prudente


Idoso de 91 anos sofre fratura de fêmur ao ser atropelado em avenida do Parque do Povo

Vítima foi atingida por uma caminhonete na noite desta quarta-feira (22) e precisou ser internada na Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente.

Um idoso, de 91 anos, precisou ser encaminhado para a Santa Casa de Presidente Prudente, após ser atropelado na no cruzamento da Avenida 14 de Setembro com a Rua dos Pardais, na Vila Cristina, por uma caminhonete na noite desta quarta-feira (22).

Segundo o registro da Polícia Civil, a condutora da caminhonete alegou que transitava pela Avenida 14 de Setembro, no Parque do Povo, e que em seu lado esquerdo seguia outro veículo, o qual passou a buzinar. Ao olhar para o carro, a condutora escutou um barulho, sentiu um impacto na frente do seu veículo e constatou que havia atropelado um idoso. O acidente foi por volta das 18h30.

A motorista parou e prestou socorro e o Corpo de Bombeiros encaminhou a vítima para a Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente.

Conforme a Polícia Militar constatou, no local não há faixa para pedestres. A perícia foi acionada. A documentação do veículo e o da motorista estavam em ordem. O caso foi registrado como lesão corporal culposa – sem intenção – na direção de veículo automotor.

Estado de saúde

A Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente informou ao G1 nesta quinta-feira (23) que “o idoso está internado, teve uma fratura de fêmur e que o seu estado de saúde é estável”.

G1.Prudente


Governo de São Paulo cumpre mais uma etapa dando posse a mais 1.240 novos policiais civis

Participando da cerimônia de posse de mais 1.240 novos policiais civis, nesta terça-feira (21/11/17), no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, o deputado estadual Ed Thomas (PSB) destacou a nomeação dos agentes, no dia 1º de novembro, e que agora vão passar pelos cursos de formação da Academia de Polícia Civil (Acadepol), e após a formatura, reforçarão o efetivo nas regiões do Estado. Do total, 64 são delegados (53 homens e 11 mulheres), 907 investigadores (718 homens e 189 mulheres) e 269 escrivães (177 homens e 92 mulheres), novos policiais civis que são os últimos aprovados nos concursos abertos em 2013, e que o governador Alckmin havia se comprometido com o deputado Ed Thomas e com a categoria, de convocar, o que está sendo feito em mais esta etapa. Os processos selecionariam policiais para 2.301 vagas. Entretanto, foram chamados 3.937 candidatos, ou seja, um total aproximadamente 71% maior que o previsto inicialmente. Segundo o Governo do Estado, já foram contratados 4.807 para o efetivo da Polícia Civil em atuação em todo o Estado, além de estarem em formação outros 116 futuros escrivães e 27 investigadores. O governador Alckmin confirmou que um novo concurso público vai preencher 2.750 vagas para carreiras da Polícia Civil, que os processos selecionarão 250 delegados, 800 escrivães, 600 investigadores, 200 papiloscopistas, 300 agentes de telecomunicação, 400 agentes policiais e 200 auxiliares de papiloscopistas. Em Prudente e região, o Sipol – Sindicato dos Policiais Civis que tem na direção Fábio Morrone e o diretor Adilson Cordeiro, continua tendo apoio do parlamentar, para continuar buscando, junto ao governo estadual medidas e decisões que atendam as necessidades da categoria.     



 Fábio, deputado Ed Thomas e Adilson

Assessoria de Comunicação

Jornalista – Airton Roberto Messinette

Registro fotográfico – Marcelo Rezende (2013)


Caravina participa da abertura do Seminário Regional da Rede Siconv em Três Lagoas


O prefeito de Bataguassu, Pedro Arlei Caravina (PSDB), presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul) participou ontem, dia 21, em Três Lagoas, da abertura de mais um seminário regional da Rede do Sistema de Convênios e Contratos de Repasse do Governo Federal (Siconv).

A capacitação que prossegue até esta quarta-feira está abrangendo servidores públicos dos municípios de Bataguassu, Santa Rita do Pardo, Brasilândia, Água Clara, Ribas do Rio Pardo, Selvíria e de Três Lagoas.

O Siconv é uma ferramenta online que agrega e processa informações sobre as transferências de recursos federais para estados e municípios. Entre as vantagens estão à agilidade na efetivação dos contratos, a transparência do repasse do dinheiro público e a qualificação da gestão financeira.

Em seu discurso, Caravina destacou que a utilização do sistema contribui para a desburocratização da máquina pública e viabiliza investimentos em diversas áreas em benefício da população. O presidente da entidade salientou ainda que só por meio do treinamento é possível conseguir recursos públicos federais "aliviando" os cofres públicos municipais.

Após Três Lagoas, o seminário será realizado em Dourados nos dias 5 e 6 de dezembro e finalizado em Campo Grande em 2018, em data a ser definida.

Organizado pela Assomasul em parceria com o governo federal, por meio do Ministério do Planejamento, os seminários da Rede Siconv tem apoio do Governo Estadual (Sefaz-MS), Sebrae-MS, Secretaria Federal de Agricultura (SFA-MS) e Conselho dos Secretários Municipais de Receita, Fazenda e Finanças do Mato Grosso do Sul (Confaz-M/MS).

Foto Cedida



Deputado Ed Thomas acompanha representante estadual das APAES em audiência na Educação

Renovando seu compromisso com as instituições que prestam atendimento de excelência, na área social e em defesa dos direitos das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAES) do Estado de São Paulo, o deputado estadual Ed Thomas (PSB) acompanhou a presidente da Federação das APAES paulistas, Cristiany de Castro, na audiência realizada na tarde desta quarta-feira (22/11/17), na Secretaria Estadual da Educação, com o secretário José Renato Nalini. Com dedicado empenho e incansável trabalho do parlamentar buscando melhorar os valores dos repasses do Governo do Estado para as APAES paulistas, o titular da pasta da Educação estadual anunciou reajuste de 6,8%, ou seja, R$ 20,00 a mais por aluno. Agradecendo o atendimento do titular da pasta da Educação do Estado, o deputado Ed Thomas confirmou que o compromisso agora é manter audiência com o governador Geraldo Alckmin. “O governador sabe do trabalho de excelência que as APAES realizam. E com certeza vai nos atender, pois o que buscamos é o fortalecimento destas instituições que atuam na saúde, atuando e atendendo as áreas da prevenção, diagnóstico, estimulação e habilitação, qualificação e inclusão profissional e, principalmente em defesa dos direitos da pessoa com deficiência (PCD)”, disse o parlamentar ao lado da presidente da Federação das APAES, Cristiany de Castro e das diretoras da instituição, Fátima Godoy e Eliete Lopes, e também da subsecretária da pasta, Cleide Bauab Eid.

 Deputado Ed Thomas argumenta com o secretário em defesa das APAES
Deputado Ed Thomas (4º a partir da direita), Cristiany e Nalini


Assessoria de Comunicação

Jornalista - Airton Roberto Messinette

Registro fotográfico – Alex Schneider



CART realiza testes de saúde e orienta motoristas sobre direção segura em Prudente

Ação “Saúde e Cidadania” será realizada no sábado, 25 de novembro

Alertar sobre a saúde preventiva e prática da direção segura é o objetivo da CART – Concessionária Raposo Tavares, que leva neste sábado, 25 de novembro, o Saúde e Cidadania para Presidente Prudente. Nesta edição serão oferecidos, além de orientações, testes de saúde como aferição de pressão arterial e avaliação do índice glicêmico.

A ação acontece das 8h às 12h nos dois dias, na unidade do SEST SENAT no município. Motoristas profissionais receberão ainda orientações sobre a redução de acidentes, prevenção a roubo de cargas e dicas de transportes de passageiros nas rodovias.

O “Saúde e Cidadania” é desenvolvido nesta edição em parceria com o SEST SENAT e São Francisco Resgate. Integra o PRA (Programa de Redução de Acidentes), que a CART promove em conjunto com a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp). “O trabalho que a CART desenvolve com entidades públicas e privadas em iniciativas como essa tem por objetivo a conscientização para a redução e prevenção de acidentes, além de incentivar hábitos que contribuam com a saúde e o bem-estar da população e usuários do Corredor Raposo Tavares”, enfatiza Athayde Caldas Jr., gerente de Relações Institucionais da CART.

A CART, uma empresa Invepar Rodovias, administra o Corredor CART, que é formado pelas rodovias SP-225 João Baptista Cabral Rennó, SP-327 Orlando Quagliato e SP-270 Raposo Tavares, no total de 834 quilômetros entre Presidente Epitácio e Bauru, sendo 444 no eixo principal e 390 quilômetros de vicinais. A segurança dos usuários é um compromisso da Concessionária. Em 2016, a CART registrou 16,23% menos acidentes nas rodovias sob sua concessão em relação ao ano anterior e, no mesmo período, queda de 33,3% em vítimas fatais, antecipando os objetivos determinados como meta pela Década Mundial de Redução de Acidentes. A CART está entre as 10 melhores Concessionárias de Rodovias do Estado de SP, ocupando a sexta posição no ranking divulgado pela ARTESP - Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo que regulamenta e fiscaliza o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo.

Saúde e Cidadania
Data: 25 de novembro – das 8h às 12h
Local: SEST SENAT - Rodovia Arthur Boigues Filho, 585 – Parque Residencial Caranda – Presidente Prudente


Criança resgatada de apartamento trancado em chamas continua internada em estado grave no HR

Segundo a unidade de saúde, a situação da menina, de seis anos, é considerada estável. Imóvel que pegou fogo fica no Jardim Itatiaia, em Presidente Prudente.



Continua internada no Hospital Regional (HR) a menina, de seis anos, que foi retirada de um apartamento em chamas, no Jardim Itatiaia, em Presidente Prudente. O HR informou ao G1 no fim da tarde desta quarta-feira (22) que a criança permanece sob observação clínica por parte da equipe médica e de enfermagem e seu estado de saúde é considerado grave, porém, estável.

O imóvel pegou fogo na madrugada da terça-feira (21) e, segundo o Corpo do Bombeiros, a vítima estava sozinha, trancada no local, e foi resgatada por vizinhos.

Antes da chegada da corporação, moradores arrombaram a porta do apartamento, que fica no terceiro andar do prédio, para retirar a menina, de acordo com os bombeiros.

A auxiliar de cozinha Selma Fátima da Costa, de 48 anos, que retirou a criança do apartamento também precisou de atendimento médico.

A Polícia Civil investiga se o caso configura abandono de incapaz. A perícia vai apontar as causas do incêndio.

G1.Prudente


Rapaz tenta fugir ao se deparar com viatura policial, é abordado e confessa ter comprado porções de crack

Cão farejador auxiliou a Polícia Militar nas buscas em residência no Jardim São Bento, em Presidente Prudente.


Um rapaz de 18 anos foi preso nesta terça-feira (21), no Jardim São Bento, em Presidente Prudente, por tráfico de droga. A Polícia Militar contou com o auxílio de um cão farejador.

Uma equipe da Polícia Militar realizava patrulhamento pelo bairro e avistou o suspeito, que tentou fugir quando viu a aproximação da viatura. O homem entrou no quintal de uma residência, mas logo foi abordado.

Os militares localizaram um plástico contendo crack com o rapaz e mais uma porção do mesmo entorpecente no quintal. O detido confessou que havia comprado a droga por R$ 50. Em um carro abandonado, os policiais encontraram um celular e uma balança de precisão.
O canil da Polícia Militar foi acionado e realizou buscas no imóvel, mas nada mais de ilícito foi encontrado.

A ocorrência foi encaminhada à Delegacia Participativa de Presidente Prudente, onde o homem permaneceu preso à disposição da Justiça.

G1.Prudente


Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 60 milhões no sábado

O concurso 1.990 da Mega-Sena, realizado ontem, teve o prêmio principal acumulado. Ninguém acertou as dezenas 11, 24, 26, 34, 37 e 59.

A estimativa para o próximo concurso, dia 25, sábado, é de um prêmio de R$ 60 milhões.

A quina contemplou 78 apostadores, cabendo a cada um R$ 41.488,51.

A quadra teve 5.882 acertadores, com R$ 782,98 para cada um deles.

AgenciaBrasil. 


Novo texto da reforma mantém idade mínima de 65 para homens e 62 para mulheres

O deputado Arthur Maia (PPS-BA), relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, que trata da reforma da Previdência, apresentou nesta noite novo texto para viabilizar a aprovação das mudanças, durante jantar no Palácio da Alvorada. O encontro reuniu o presidente da República, Michel Temer; o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ); os ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira; governadores e parlamentares da base aliada do governo.

Entre os principais pontos da nova proposta, estão a fixação de idade mínima de aposentadoria de 65 anos para homens e 62 para mulheres, como estava no texto original, sendo que professores e policiais passam a cumprir exigência de 60 anos e 55 anos, respectivamente, sem distinção de gênero. Os trabalhadores rurais foram retirados da reforma e mantêm as condições atuais de aposentadoria, enquanto o valor do Benefício de Prestação Continuada (BPC) foi mantido em um salário mínimo. A unicidade de tratamento entre trabalhadores públicos e privados foi mantida como no texto original.

O tempo de contribuição mínima para aposentadoria no Regime Geral da Previdência Social (RGPS), dos trabalhadores privados, no entanto, foi diminuído para 15 anos, enquanto o do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS), dos servidores públicos, permaneceu em 25 anos. Com 15 anos no RGPS, o trabalhador se aposenta com 60% da renda média de contribuição. No RPPS, a partir do mínimo de 25 anos de contribuição, o servidor começa com 70%. O tempo para se aposentar com 100% da renda média de contribuição ficou em 40 anos.

Segundo o relator, o novo texto simplifica a PEC ao enxugar o escopo da proposta para, dessa forma, viabilizar a aprovação da medida. A previsão de Maia é que a proposta seja votada no plenário da Câmara dos Deputados na primeira semana de dezembro. Para ser aprovada na Casa, a medida deve ser aprovada por, pelo menos, 308 dos 513 deputados em dois turnos de votações.

Trabalhador rural

O novo texto da PEC mantém os atuais benefícios aos trabalhadores rurais. Dessa forma, os homens continuarão se aposentando aos 60 anos de idade e as mulheres aos 55 anos, com 15 anos de contribuição. O percentual de contribuição também permanece sobre a comercialização de sua produção. “Nós resolvemos tirar tudo o que diz respeito ao trabalhador rural e deixar como é hoje”, disse Maia.

“O trabalhador rural é um trabalhador extremamente castigado pela sua própria vida. Ele mora em uma pequena propriedade, não tem uma renda fixa ao final do mês, reside ali com a sua família e não tem dia de descanso, sábado, domingo, porque todos os dias ele tem que exercitar aquelas tarefas da sua atividade. Muitas vezes, ao longo da vida, ele não tem direito a ter férias, e nós julgamos que é razoável, dentro desse espírito da reforma, de preservar e garantir aqueles que têm menos, as pessoas mais pobres”, afirmou o relator.

Outro ponto polêmico também retirado do texto foram as alterações que diziam respeito à redução do valor de um salário mínimo mensal pago a idosos sem aposentadoria e a deficientes com baixa renda, o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A proposta apresentada por Maia mantém o valor aos beneficiários que comprovarem não possuir meios de prover à própria manutenção ou de tê-la provida por sua família.

Tempo de Contribuição

O tempo de mínimo contribuição para aposentadoria no Regime Geral de Previdência Social foi diminuído de 25 para 15 anos. Já o tempo mínimo de contribuição para aposentadoria de servidores públicos permaneceu em 25 anos.

“A grande crítica que a oposição fez ao projeto foi a mudança no tempo de contribuição, que atualmente é de 15 anos para 25 anos. Realmente, há uma razoabilidade na alegação de que muitas pessoas, as pessoas mais pobres, sem emprego fixo, não conseguem contribuir por mais de 15 anos, e tanto é assim que os mais pobres já se aposentam com 65 anos. Quem se aposenta com menos são aqueles que têm salário fixo, alto, e normalmente no serviço público e, portanto, conseguem ter condições de contribuir por mais tempo”, avaliou.

Transição

O texto estabelece uma transição de acordo com o regime de aposentadoria e o tempo de serviço. No regime geral, quem contribuir pelo período mínimo de 15 anos, receberá 60% da aposentadoria. No caso de servidores, quem completar 25 anos de contribuição terá 70% do benefício. A cada período de cinco anos a mais de trabalho, o percentual do valor de aposentadoria aumenta. Para assegurar o valor integral da aposentadoria, o trabalhador deverá contribuir por 40 anos.

O texto prevê critérios diferenciados para professores, que poderão se aposentam a partir dos 60 anos, policiais e categorias que apresentam condições prejudiciais à saúde aos 55 anos. Nestes casos a idade mínima é a mesma tanto para homens quanto para mulheres.

Segundo Maia, o texto propõe o nivelamento dos salários de aposentadorias entre os trabalhadores brasileiros. Atualmente, servidores públicos podem se aposentar recebendo o teto remuneratório do serviço público federal de R$ 33,7 mil, o correspondente ao salário de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Já os trabalhadores vinculados ao Regime Geral de Previdência Social recebem até R$ 5.531,31 mensalmente,

“Não é razoável, não é justo, não tem nada que possa colocar isso com razoabilidade. Eu que sou deputado não posso me aposentar recebendo R$ 33 mil por mês (...) e quem não é servidor público só pode ganhar R$ 5.531 reais. Não consigo enxergar na nossa sociedade, no nosso ordenamento nada mais injusto e desigual”, disse Maia.

Economia de 60%

Mais cedo, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que os ajustes na reforma da Previdência permitirão uma economia aos cofres públicos de 60% do que era previsto na proposta original do governo. Conforme o ministro, o montante a ser economizado em dez anos seria R$ 780 bilhões.

Henrique Meirelles afirmou que o debate em torno da reforma da Previdência não pode mais ser adiado. "Caso a reforma previdenciária não seja aprovada, em dez anos, 80% do Orçamento da União serão ocupado apenas com o pagamento da Previdência. E esse percentual vai seguir subindo nos anos seguintes, até que não haverá mais recursos para segurança, educação, saúde", destacou Meirelles.

AgenciaBrasil.


Com documentos falsos, jovem é preso ao furar blitz policial e capotar caminhonete após bater em poste


Jovem de 21 anos foi preso na tarde desta quarta-feira (22), após fugir de uma blitz policial, colidir em poste da rede elétrica e capotar uma caminhonete GM/ S10 no distrito de Amandina, município de Ivinhema.

Segundo a PMR (Polícia Militar Rodoviária), o rapaz estava dirigindo o veículo e ao passar em frente à base, ele desobedeceu a ordem de parada para a fiscalização e empreendeu fuga em alta velocidade pela rodovia seguindo sentido a Ivinhema.

Durante a fuga, ao chegar nas imediações do distrito, ele perdeu o controle vindo a colidir em um poste da rede elétrica, seguido de capotamento.

O veículo ficou destruído com a colisão e o condutor nada sofreu. No ato de sua prisão, o condutor apresentou documentos falsos, o que foi constatado durante checagem aos sistemas de informações policiais, bem como foi constatado os indícios de adulteração.

No interior do veículo havia quatro pares diferentes de placas. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Ivinhema.

Cenário MS



Polícia intercepta carga do ‘consórcio da maconha’ em carreta com aveia



Policiais militares rodoviários apreenderam hoje (22) em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande, uma grande carga de maconha escondida em uma carreta que transportava aveia para tentar disfarçar o verdadeiro objetivo da viagem.

A apreensão ocorreu no Posto Aquidaban, na MS-164, que liga Ponta Porã ao distrito de Vista Alegre, município de Ponta Porã, como mostra o vídeo abaixo.

O carregamento de maconha, que ainda será pesado, mas deve passar de uma tonelada, pertencia ao chamado “consórcio da droga”, em que traficantes se unem para dividir os custos do transporte e eventual prejuízo, no caso de apreensão. Todos os fardos estavam identificados com siglas e apelidos, como “Polako”, “Tiu” e “Nego”.

De acordo com os policiais que fizeram a apreensão, o motorista contou que veio com a carreta de Goiânia (GO) e deixou o veículo em um posto de combustíveis em Ponta Porã. A carreta foi então levada para o território paraguaio, carregada com a droga e a aveia sobre a maconha e devolvida no mesmo posto.

O motorista seguiu viagem de volta para a capital goiana. Ao ser parado na fiscalização, disse que transportava apenas aveia, mas assim que retiraram a lona os policiais perceberam os fardos de maconha. O homem disse que receberia R$ 10 mil pelo serviço.

A carreta está sendo levada para a delegacia da Polícia Federal em Ponta Porã, para ser pesada. A apreensão faz parte da Operação Gibraltar, desencadeada nas rodovias estaduais da região da fronteira pelo comandante do 14º Batalhão da PMR, tenente-coronel Luiz Carlos.

DaHoraBataguassu.


Condutor fica ferido ao capotar caminhonete na MS-276 entre Nova Andradina e Ivinhema

Na manhã desta quarta-feira (22), um acidente de trânsito deixou uma vítima ferida, no km 156 da MS-276, aproximadamente 17 quilômetros de Nova Andradina.

Conforme informações apuradas no local, o condutor de uma caminhonete Toyota/Hilux, com placas de Nova Andradina, seguia sentido a cidade de Ivinhema, quando perdeu o controle direcional do veículo em uma curva, saiu da pista e capotou.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Nova Andradina, que atendeu a ocorrência, a vítima estava consciente e apresentava dores nas costas, sendo encaminhada ao Hospital Cassems.

A PMR (Polícia Militar Rodoviária) esteve no local registrando o acidente. O veículo ficou avariado.

DaHoraBataguassu.


Polícia Federal prende ex-chefe da Casa Civil do governo Cabral

A Polícia Federal (PF) faz, desde as primeiras horas da manhã de hoje (23), a Operação C'est fini (É o fim, em francês), no Rio de Janeiro. É uma nova fase da Lava Jato, que resultou até agora na prisão do ex-chefe da Casa Civil do governo Sérgio Cabral, Régis Fichtner, além do empresário Georges Sadala, suspeito de ser o operador financeiro do esquema montado pelo ex-governador.

Sérgio Cabral está preso atualmente em uma penitenciária da zona norte do Rio, responde a vários inquéritos e já foi condenado em primeira instância a vários anos de prisão.

A C'est fini é um desdobramento da Operação Calicute, que no fim do ano passado prendeu o ex-governador.

Na operação de hoje também estão sendo cumpridos mais três mandados de prisão, de condução coercitiva, além de busca e apreensão.

Fichtner foi preso em sua casa na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade, por volta das 6h. Ele é suspeito de ter recebido propina no valor de R$ 1,6 milhão.

O nome da operação foi dado em alusão à foto tirada em um jantar em Paris, onde aparecem, com guardanapos presos à cabeça, o ex-governador, o ex-chefe da Casa Civil e vários empresários, inclusive o empreiteiro Fernando Cavendish. O episódio ficou conhecido como “a Farra dos Guardanapos”.

A ação de hoje tem como alvo, além do ex-chefe da Casa Civil Régis Fichtner e do empresário Georges Sadala, os engenheiros Maciste Granha de Mello Filho e Henrique Alberto Santos Ribeiro, acusados de favorecimento no esquema de propina de Cabral.

O ex-dono da Delta Engenharia Fernando Cavendish, que cumpre prisão domiciliar, é alvo de condução coercitiva e já foi levado para a sede da Polícia Federal, na Praça Mauá, no centro do Rio. Ele estava em sua casa, na Avenida Delfim Moreira, no Leblon. O empresário Alexandre Accioly, dono da rede de academias Body Tech, também foi intimado a depor.

*Matéria alterada às 8h31 de hoje (23) para acréscimo de informações

AgenciaBrasil.


Polícia Federal mira família de MS que comandava quadrilha de narcotráfico

Família comandava o tráfico interestadual



A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (23), a Operação DNA para desarticular uma organização criminosa contra o tráfico interestadual e lavagem de dinheiro. Membros de uma mesma família foram presos.

Informações da Polícia Federal são de que membros de uma família na cidade de Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, comandavam o tráfico interestadual. A maconha era comprada na região e era armazenada no município de Vicentina.

De Vicentina a droga era transportada para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Minas Gerais. Os presos na operação foram levados para a Polícia Federal, onde ficarão à disposição da justiça.

Nome da operação
O nome de operação é uma alusão ao vínculo familiar de membros da organização criminosa.

midiamax


Investigações da Operação Judas Iscariotes revelam intenção de traficante de matar a própria mãe

Mulher compareceu à Delegacia da Polícia Civil, em Rosana, e delatou que o filho manteria drogas para a comercialização em uma casa vizinha.

Uma interceptação telefônica realizada com autorização judicial, em Rosana, revelou que um dos traficantes de drogas presos na Operação Judas Iscariotes tinha a intenção de matar a sua própria mãe pelo fato de ela ter registrado um Boletim de Ocorrência em que delatava o filho à Polícia Civil.
Segundo as investigações realizadas pelo Ministério Público Estadual (MPE) e pela Polícia Civil, a mulher compareceu à delegacia da cidade e relatou que seu filho manteria, em uma casa vizinha à sua, drogas em sua posse para a comercialização.

Na conversa telefônica interceptada pela Operação Judas Iscariotes, o acusado, de 19 anos, comenta com seu pai a sua intenção de comprar uma arma para matar a sua própria mãe.

Segundo o MPE, ao ser questionado sobre o relato apresentado pela mãe, o envolvido confessou que realmente guardava drogas naquela casa, contudo, alegou que eram destinadas ao seu consumo, “versão que não condiz com os elementos informativos colhidos nos autos”.

Na denúncia oferecida ao Poder Judiciário, o promotor de Justiça Renato Queiroz de Lima apontou que “resta evidente” que o rapaz “é traficante de drogas e está associado com os demais acusados para fins de tráfico de drogas, sendo pessoa violenta, eis que tem intenção, inclusive, de comprar arma de fogo e matar sua mãe”.

Esse foi um dos fatores levados em consideração pelo juiz da Vara Única do Fórum da Comarca de Rosana, Ricardo Baréa Borges, para converter nesta terça-feira (21) a prisão temporária do acusado em prisão preventiva.

“Tais fatos justificam a conversão da prisão temporária em prisão preventiva, para evitar a prática de outros crimes, bem como garantir a instrução processual”, determinou o magistrado.
“Assim, considerando que tais elementos demonstram a existência de fortes indícios da participação do representado ora analisado na organização criminosa voltada à prática de tráfico ilícito de entorpecentes, a representação quanto a prisão preventiva merece acolhida”, salientou o juiz.

Borges decretou nesta terça-feira (21) a prisão preventiva de 19 pessoas envolvidas na Operação Judas Iscariotes, realizada pelo Ministério Público Estadual e pela Polícia Civil para combater o tráfico de drogas em Rosana.

São 18 homens e uma mulher, todos já presos em decorrência da deflagração da operação. Outros dois envolvidos tiveram a preventiva negada pelo juiz, mas seguem presos em razão de flagrantes realizados durante as investigações. Também seguem apreendidos dois adolescentes envolvidos nas investigações.


G1.Prudente