Band FM

segunda-feira, 26 de setembro de 2016


Menina de oito anos fica gravemente ferida após carro bater em poste

Acidente ocorreu neste domingo (25), em Adamantina.Tia da vítima e outra garota de sete anos tiveram ferimentos leves.

Uma menina de oito anos teve ferimentos graves após um acidente na manhã deste domingo (25), em Adamantina. Conforme informações do Corpo de Bombeiros, uma mulher de 43 anos e outra garota de sete anos, que também estavam no veículo, tiveram ferimentos leves.

Segundo a corporação, a motorista, que é tia das duas meninas, perdeu o controle de um Ford Fiesta que conduzia pela Avenida rio Branco e bateu em um poste. A vítima de oito anos foi socorrida e encaminhada com ferimentos graves para a Santa Casa de Marília (SP).

Já a condutora do carro e a menina de sete anos foram socorridas para a Santa Casa de Adamantina com escoriações.

A perícia foi acionada ao local e um laudo deve apontar as reais causas do acidente.

G1.Prudente

Ladrões arrancam tela e grade para furtar sede de grupo de escoteiros

Foram levados diversos materiais, entre fogão, ferramentas e refrigerantes.Local fica dentro do Recinto de Exposições de Presidente Prudente.

A sede de um grupo de escoteiros de Presidente Prudente, localizada na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), km 563, foi furtada. O caso foi registrado neste sábado (24), na Polícia Civil.

Conforme consta no Boletim de Ocorrência, o local fica dentro do Recinto de Exposições do município. Para entrar na sede, os bandidos arrancaram a tela e a grade da janela.

O representante do grupo relatou aos policiais que foram furtados três aparelhos de som, seis refrigerantes, um fogão, um compressor, 15 ferramentas, três cabos elétricos, entre outros produtos.

A perícia foi acionada a comparecer ao local. O crime foi registrado na Delegacia Participativa.

G1.Prudente

Venceslauenses se envolvem em acidente grave de moto em Dourados/MS

Um grave acidente envolvendo duas motos na tarde deste domingo em Dourados deixou um dos motociclistas com a perna decepada e outro com a perna esmagada.


A colisão ocorreu na rua Eulália Pires, próximo a rua Monte Castelo, no Jardim Cuiabazinho. Corpo de Bombeiros e SAMU atenderam a ocorrência.

Segundo informações, um homem identificado como Robson Costa seguia numa moto Titan pela Eulália Pires no sentido sul ao centro da cidade e Marcos Henrique no sentido contrário, numa moto Suzuki, de alta cilindrada. Na garupa dele estava uma mulher identificada como Flavielen Costa.

Em circunstância a serem investigadas, as duas motos se chocaram. Robson, da Titan, teve parte da perna amputada com o impacto.

Já o condutor da Suzuki, Marcos, teve uma das pernas esmagada. Flaviellen sofreu escoriações pelo corpo. Os três foram encaminhados ao hospital. Marcos se encontra em estado grave e segundo consta em comentários do Facebook, é conhecido em Presidente Venceslau como “Xuxu”.

Toninho Moré.

Adolescente é flagrado com cinco tabletes de maconha em mochila

Jovem de 16 anos estava em um ônibus, que foi fiscalizado em Epitácio.Garoto apresentou 'grande nervosismo' ao ser abordado pelos policiais.



Um adolescente de 16 anos foi apreendido em flagrante por ato infracional de tráfico de drogas. Ele foi abordado em um ônibus, que foi parado neste dominto (25) para fiscalização na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), km 648, em Presidente Epitácio.

A ocorrência teve início às 1h20, durante a ação de combate ao tráfico de drogas. Conforme a Polícia Militar Rodoviária, o ônibus seguia de Ponta Porã (MS) para São Paulo (SP).

Em vistoria ao interior do coletivo, os policiais perguntaram ao adolescente, de 16 anos, o motivo de sua viagem. Como ele apresentou "respostas contraditórias, bem como grande nervosismo", a corporação fez uma "revista minuciosa" em sua mochila, momento em que foram encontrados cinco tabletes de maconha.

Ao todo, foram apreendidos 5,5 quilos da droga. A ocorrência foi apresentada na Delegacia de Polícia Civil de Epitácio. O jovem permaneceu apreendido por ato infracional de tráfico de drogas e ficou à disposição da Vara da Infância e Juventude.

G1.prudente

'Para reformar salão', rapaz vende droga, mas é preso pela PM

Caso ocorreu neste sábado (24), no Parque Watal Ishibashi.Polícia Militar chegou ao local após denúncias anônimas.



Um homem de 23 anos foi preso neste sábado (24), por tráfico de drogas, no Parque Watal Ishibashi, em Presidente Prudente. De acordo com o Boletim de Ocorrência, o rapaz alegou que realizava o comércio de entorpecente, pois precisava de dinheiro para reformar seu salão de cabeleireiro.

Segundo o registro, após várias denúncias de que o homem praticava tráfico de drogas, uma equipe da Polícia Militar se deslocou até o local neste sábado. A PM chegou ao endereço informado e avistou dois indivíduos, sendo que um deles adentrava a um terreno e o outro permaneceu no portão.

O homem alegou aos militares que não havia nada de irregular em sua residência e autorizou a entrada da equipe policial. Durante procedimento de revista, o indiciado informou que havia vendido 10 papelotes de cocaína pelo valor de R$ 20. Ainda no imóvel, os militares encontram em uma gaveta do guarda-roupa, R$ 496 em cédulas e R$ 75 em moedas, sendo que no bolso do rapaz também foi localizado R$ 20.

Dentro da mesma gaveta, foi encontrado uma meia com quatro papelotes e mais uma porção maior de cocaína. O homem afirmou que comprou a droga de um desconhecido, pelo valor de R$ 180 e que precisava do dinheiro para realizar a reforma de seu salão de cabeleireiro.

Ele foi preso em flagrante e levado para a Cadeia de Presidente Venceslau, onde aguardará transferência para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caiuá.

G1.Prudente

Aniversariantes do Dia

 Rosimeire Alvares

 Simone Noronha


 Maikon Alais

 Cleres Barbosa

 Fabio Rubens Paulo Paulo

 Jacque Ayala

 Jessica Vaz

 Katia Oliveira

Luciana Silva

Bom Dia



domingo, 25 de setembro de 2016

CARTÓRIOS ELEITORAIS FAZEM LACRAÇÃO DE URNAS ELETRÔNICAS

Atividade é executada neste domingo (25), em Presidente Prudente.
Equipamentos passarão por auditoria após a finalização do procedimento.

Wellington RobertoDo G1 Presidente Prudente
Urnas eletrônicas para a eleição municipal são lacradas em Presidente Prudente (Foto: Wellington Roberto/G1)Urnas eletrônicas para a eleição municipal são lacradas em Presidente Prudente (Foto: Wellington Roberto/G1)









Os Cartórios Eleitorais de Presidente Prudente realizam neste domingo (25), a continuidade das atividades de carga e lacração das urnas eletrônicas, que serão utilizadas na eleição municipal do dia 2 de outubro. A finalização dos trabalhos será realizada nesta semana, após a execução de uma auditoria, feita através de um sistema da Justiça Eleitoral.
Urnas eletrônicas passarão por uma auditoria (Foto: Wellington Roberto/G1)
Urnas eletrônicas passarão por uma auditoria
(Foto: Wellington Roberto/G1)
No Cartório da 402ª Zona Eleitoral, são 300 equipamentos que passam pelos procedimentos. Segundo a analista judiciária, Fernanda Martins Silva Oliveira, desse total de urnas, 256 serão destinadas para votação, cinco para a realização de justificativas e 39 para a reserva, caso algum equipamento apresente problema no dia do pleito.
A atividade teve início no dia 18 de setembro com a geração de mídias nos equipamentos. A auditoria nas urnas do Cartório da 402ª Zona Eleitoral será realizada nesta terça-feira (27). Segundo Oliveira, 11 funcionários estão empenhados no trabalho de carga e lacração.
Já no Cartório da 101ª Zona Eleitoral, os procedimentos de carga e lacração são realizados em 285 urnas, das quais 241 serão destinadas à votação, cinco para justificativas e 39 para reserva, conforme o técnico judiciário Rafael Marino Sykora.
Os trabalhos no cartório tiveram início no dia 17 de setembro. A auditoria nas urnas do Cartório da 101ª Zona Eleitoral será realizada nesta quarta-feira (28). De acordo com Sykora, cinco funcionários realizam o procedimento de carga e lacração.
As urnas serão encaminhadas para os locais de votação no dia 1º de outubro, onde ficarão sob vigilância até o dia seguinte, para a realização da eleição
Urnas eletrônicas para a eleição municipal são lacradas em Presidente Prudente (Foto: Wellington Roberto/G1)

Som de candidato a vereador é apreendido

Da Redação
Imagens: PMA/Divulgação

Além da apreensão dos equipamentos, PMA autuou em R$ 5 mil por poluição sonora - Foto : PMA/Divulgação
Policiais Militares Ambientais foram acionados neste sábado (24), pelo 6º Batalhão de Polícia Militar de Corumbá, em virtude de atendimento de denúncias de poluição sonora, à rua Frei Mariano com a rua Delamare, onde um candidato a vereador fazia campanha perturbando a vizinhança, com uso de diversas caixas de som.

Os policiais do 6º Batalhão e da PMA utilizando decibelímetro mediram a pressão de som no local, que registrou 85 decibéis, em local onde a permissão legal é de apenas 55 decibéis. As caixas, potências, uma mesa de som e microfones foram apreendidos. O infrator, residente em Corumbá, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Federal de Corumbá. Ele poderá responder por crime ambiental de poluição sonora. A pena prevista é de um a quatro anos de reclusão. Além disso, poderá perder os aparelhos, que passam a ser material de crime.

O infrator também foi autuado administrativamente e multado pela PMA em R$ 5 mil, por poluição sonora.

LADRÕES ARRANCAM TELA E GRADE E FURTAM FERRAMENTAS E CABOS ELÉTRICOS DE ESCOTEIROS

Foram levados diversos materiais, entre fogão, ferramentas e refrigerantes.
Local fica dentro do Recinto de Exposições de Presidente Prudente.

Do G1 Presidente Prudente
A sede de um grupo de escoteiros de Presidente Prudente, localizada na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), km 563, foi furtada. O caso foi registrado neste sábado (24), na Polícia Civil.
Conforme consta no Boletim de Ocorrência, o local fica dentro do Recinto de Exposições do município. Para entrar na sede, os bandidos arrancaram a tela e a grade da janela.
O representante do grupo relatou aos policiais que foram furtados três aparelhos de som, seis refrigerantes, um fogão, um compressor, 15 ferramentas, três cabos elétricos, entre outros produtos.
A perícia foi acionada a comparecer ao local. O crime foi registrado na Delegacia Participativa.

Acidente com moto mata funcionário público em Paulicéia

Reinaldo do Nascimento tinha 44 anos e trabalhava no Departamento de Água da Prefeitura da cidade
O funcionário público municipal Reinaldo do Nascimento, conhecido pelo apelido de Tatá que morreu no acidente de sexta-feira em Paulicéia (Foto: Divulgação)
O funcionário público municipal Reinaldo do Nascimento, conhecido pelo apelido de Tatá que morreu no acidente de sexta-feira em Paulicéia (Foto: Divulgação)

Na sexta-feira 23, à noite, Reinaldo do Nascimento, 44 anos, conhecido pelo apelido de Tatá, que trabalhava no Departamento de Água da Prefeitura de Paulicéia, morreu em acidente de trânsito, na avenida Paulista em frente a um posto de combustíveis, naquela cidade
Ele conduzia uma moto CG 125, retornando do trabalho, quando bateu na traseira de um caminhão Mercedes Benz, carregado de tijolos, que estava parado no local.
O delegado Bruno Verginassi de Oliveira, de Paulicéia, disse ontem de manhã à reportagem do Jornal Regional que a Polícia Civil tem a informação de que o caminhão estava estacionado em local indevido e o motociclista não percebeu e houve o choque.
Segundo o delegado, será instaurado inquérito policial para apurar as circunstâncias do acidente.
O corpo de Reinaldo foi sepultado no final da tarde de ontem, no cemitério de Paulicéia pela Vida Prev de Panorama.v

TOMA CERVEJA E CAIPIRINHA E BATE O CARRO

Acidente foi na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Presidente Prudente.
Condutora, de 34 anos, foi presa em flagrante pela Polícia Rodoviária.

Do G1 Presidente Prudente
A Polícia Militar Rodoviária flagrou uma mulher de 34 anos dirigindo embriagada na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), no trecho do Parque Higienópolis, em Presidente Prudente, neste sábado (24). De acordo com o Boletim de Ocorrência, ela bateu o carro que conduzia na traseira de uma carreta.
Segundo a polícia, ela seguia com seu VW Fox, no sentido Álvares Machado-Regente Feijó, quando colidiu com a carreta. A corporação foi acionada e percebeu que condutora “apresentava sinais de ingestão de bebida alcoólica”.
Ela foi convidada a fazer o teste do bafômetro, que indicou 0,70 mg/l, “acusando positivo para embriaguez acima do limite legal”. Ainda conforme o BO, a mulher também não portava Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
Sobre a embriaguez, a motorista alegou que “estava em uma festa, onde teria ingerido cerveja e caipirinha”. Diante da situação, ela foi presa em flagrante e levada para a Delegacia Participativa, onde foi arbitrada fiança de R$ 900, que foi apresentada.
A mulher foi liberada para responder em liberdade. Como não houve feridos, a perícia não foi acionada.

Escândalos de corrupção despertam desinteresse em eleitores, dizem especialistas

Agência Brasil



Em eleições municipais o debate eleitoral gira em torno, normalmente, dos problemas do dia a dia dos cidadãos, como a falta de asfalto das ruas, a infraestrutura dos bairros e das cidades. Este ano, contudo, os temas locais têm disputado espaço com a repercussão das investigações da Operação Lava Jato, o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, a cassação do deputado Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados, e a denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Compra de votos
Outro efeito negativo do momento delicado da política e da economia brasileira, na avaliação do professor de direito eleitoral da FGV, é a troca do voto por vantagens. “Como estamos diante de um quadro de eleição municipal e temos uma carência econômica social muito grande, a tendência sempre é aumentar a compra de votos”, afirmou Ramayana.


“Muita gente vai vender o voto para trabalhar na campanha, carregando bandeira, fazendo um bico, uma atividade complementar. Tenho visto isso aqui na baixada fluminense no Rio de Janeiro. Mesmo com a proibição da doação de pessoas jurídicas existem algumas campanhas que estão usando ainda um dinheiro bem significativo, distribuindo material caro. Continua havendo o financiador laranja”, diz o professor.

O resultado disso, na avaliação de especialistas ouvidos pela “Agência Brasil”, é o aumento da desconfiança do eleitor em relação aos partidos políticos e na política como um todo. Neste cenário, estudiosos do processo eleitoral preveem um alto índice de abstenção, crescimento do voto nulo e o fortalecimento dos candidatos “antipartidários”.

“Há um descrédito total das pessoas nos partidos político. Pela experiência que eu tenho, dificilmente alguém, tirando os militantes mais identificados, vai votar pela escolha partidária. A população em geral está desacreditada dos partidos políticos. A tendência vai ser a opção pelo voto carismático, na pessoa, que é o voto efetivamente pessoal”, avalia o professor de direito eleitoral da Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ) Marcos Ramayana.

Escândalos
De acordo com a professora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), cientista política e especialista em comportamento eleitoral, Helcimara Telles, pesquisas recentes mostram que, a pouco mais de uma semana das eleições, a maioria do eleitores, especialmente nos grandes centros, ainda não definiu seus candidatos. Comportamento diferente do verificado em eleições passadas.

“Em Belo Horizonte, por exemplo, a gente tem por volta de 50% dos eleitores que não sabem em quem votar ou não querem votar porque ainda não escolheram. O que explica esse cenário de indecisão: primeiramente, há uma questão clássica no Brasil, que é uma baixa estruturação programática dos partidos. Ao mesmo tempo, temos uma coisa que é bastante conjuntural que são os escândalos midiáticos de corrupção e a disseminação bastante negativa do que é a política e a quase criminalização da política que recentemente tem sido oferecida ao público, sobretudo, pela Operação Lava Jato”, disse Helcimara Telles.

Para ela, a “espetacularização” e a “criminalização” da política tem aberto caminho para candidatos outsiders, aqueles com estilo e discursos antipartidários, que participam das eleições sem o apoio de grandes partidos nacionais e têm como lema que não são políticos.

“Há um cenário de altíssimo desinteresse na política e as pessoas, no chavão, não querem políticos [nos postos políticos]. Querem políticos que dizem que não são políticos. Do meu ponto de vista, tem a ver com a percepção alterada, reenquadrada e sobrerepresentada de que hoje o principal problema do Brasil seria a corrupção”, avalia Helcimara.

Já para a cientista política e professora da Universidade Federal de São Carlos (UFScar) Maria do Socorro Sousa Braga, os escândalos envolvendo políticos têm impactado diretamente na forma como a população avalia a classe política.

“Isso é ruim. Temos uma campanha muito mais personalizada por conta dos problemas por trás dos partidos. Vamos chegar ao ápice da personalização. Com isso não se discute a grande política, grandes projetos, alternativas de políticas públicas que viriam com a orientação partidária. Quando se individualiza, não se trabalha a conjuntura”, disse Maria do Socorro.

Para Helcimara, inconscientemente, o eleitor descrente, revoltado, que pratica o “voto de protesto”, acaba trocando projetos de longo prazo por outros de curto prazo. Ela ressalta que o enfraquecimento das siglas enfraquece também a própria democracia. Além dos próprios partidos, Helcimara Telles atribui o atual momento de descrença dos eleitores na política à forma como a Justiça e o Ministério Público têm atuado nos escândalos de corrupção.

“O modo como a Lava Jato, especialmente, se apresenta, como o setor virtuoso, como se ela fosse patrimônio nacional. Não as investigações, nem as operações, mas o modo como ela se apresenta, se colocando no lugar da política e disputando capital político, como se a política fosse o reino exclusivo da corrupção, tirando da política qualquer virtuosismo e levando o eleitorado a descrer cada vez mais da política”, avalia.

“O efeito disso, no geral, pode ser também negativo na medida em que se criminaliza e se descrimina os partidos enquanto atores relevantes para a democracia. Isso pode gerar, como gerou em outros países como Portugal, Itália, Grécia, Espanha, nos anos de 1990, um alto índice de antipartidarismo”, acrescentou a professora mineira.